5 de outubro de 2009

SAUDADES DE MERCEDES SOSA

A voz cortante que nem faca... Milton Nascimento, Pablo Milanes... anos 70-80... luta popular contra as ditaduras na América Latina... são registros que em muito se aproximam na trajetória musical desta que foi (e continuará sendo) trilha sonora obrigatória na vida de tantos quanto acreditam na mudança do mundo e numa sociedade justa. Deixo esta lembrança pra vocês. Um registro emocionante que recebi há poucos dias do amigo-camarada Chico Alves e que nos fez chorar a mim e a Benjamim, lutadores e sonhadores que somos.

2 comentários:

Coquinha disse...

Mercedes Sosa cantava e denunciava, a pobreza, a opressão e a injustiça.
Perdemos camarada, essa grande representante e Comunista que foi La Negra.Entretanto, ela continuará sendo lembrada por nós que sonhamos e lutamos por um continente mais desenvolvido, justo, plural e soberano.

KÁTIA LIMA disse...

AFFEEE... KD TU , HOMI.