16 de outubro de 2016

A VIDA É MUITO MAIS

Eu teria diversas razões para estar triste no dia de hoje.

Porém, a vida nos apresenta situações (e circunstâncias muito especiais) que nos fazem, necessariamente, refletir e perceber que a vida verdadeira, a vida em sua abundância é muito maior do que qualquer pequeno conflito existencial.

Entre a última sexta-feira e hoje estive duas vezes no MAPP - Museu de Arte Popular da Paraíba.

Uma roda de veteranos do choro...uma apresentação especial de um jovem instrumentista, uma canja especial de um jovem trombonista...(mais duas canções...)... boas conversas e sorrisos... Um público pra lá de bacana entre 05 e 80 e poucos anos... Um grupo de turistas visitando...
Uma turma de formandos fotografando pro seu álbum de recordações.... Um casal de namorados trocando juras alumiados pela lua e pelo reflexo das luzes no espelho d'água do Açude Velho... Um grupo de rap (ou seria hip hop?) dançando (sob os pandeiros)... Um diálogo fantástico com um dos maiores arquitetos deste país...  Cydno Ribeiro da Silveira...

As garças pousando, passeando e cagando nas rampas e nos vidros, com sua imponência graciosa e descomprometida...

Oscar Niemeyer ficaria feliz em ver a integração do MAPP à paisagem de Campina Grande e ao imaginário grandiloquente de sua gente.

A vida é mais importante que a arte...
As vezes vemos algo de um ângulo novo e isto muda nossa percepção e muda, portanto, a forma como nos relacionamos com o mundo em redor.

Vamos em frente.

Um comentário:

Tarso Soares disse...

Suas palavras simples e sabias dizem a verdadeira forma de encontrar a felicidade.
Tarso Soares