21 de dezembro de 2007

SOBRE OS SONHOS...

QUAIS SÃO OS SEUS?
Fico me perguntando quando em vez se tenho o direito de me imiscuir nos sonhos dos outros.
Confesso! É uma curiosidade que tenho e faço desta singela publicação e confissão um repto a Taiguara, a você que me lê.
Leia Mário Quintana.
"Se as coisas são inatingíveis... ora! não é motivo para não quere-las... Que tristes os caminhos, se não fora a magica presença das estrelas!"
Os meus amigos todos, creio eu, devem ter seus sonhos. Uns mais secretos, outros inconfessáveis, outros que devem ser públicos. Você confessaria o seu maior sonho?
Este Ipê Amarelo (que foi alvo até de projeto de lei para que se transformasse na árvore símbolo do Brasil) será minha árvore de natal. Ele está plantado no canteiro central da aveninda Floriano Peixoto, quase em frente à Churrascaria do Alexandre, no Centenário, em Campina Grande.
Não fosse árvore, não estivesse obrigada a aceitar e conviver com cachorros que amiúde mijam em seu tronco, fumaça de óleo diesel, bêbabos que o utilizam como escora na travessia da avenida... não fosse tudo isso, quem sabe quisesse ser somente sombra, somente flores.
Imagino assim o sonho do Ipê: uma árvore que sonha ser somente flor, uma árvore transformada em flor. Talvez por isso eles se concentrem durante o ano inteiro, fiquem feinhos, ressequidos, sem folhas... depois vão juntando forças, lapidando seus sonhos internamente e se preparando para o grande momento entre outubro e dezembro.
Desta vez alguns Ipês, teimosos, ainda exibem sua exuberância floral em plena véspera de natal. Muitos já perderam completamente as flores (já haviam perdido as folhas antes). Outros, como estes da foto, com a ajuda do celular, quase se transformam em pintura impressionista.
Vai entender essas árvores! Ando por aí prestando atenção em coisas, em cores, em odores, em gente...
Cá com meus botões eu fico matutando, ruminando (como costuma dizer o filósofo Biu) sobre meus sonhos e a construção de caminhos para realizá-los.
Qualquer hora dessas escrevo sobre eles... Por falar em sonhos, qual a última vez que você parou pra ouvir atentamente um passarinho cantar?

Um comentário:

Flávio disse...

Quando puder visitar,
ter paciência e ler,
será um grande prazer,
ler o que tu vas comentar....

www.flaviocaetano.blogspot.com